Covid19. A situação exata do novo Coronavírus no país e no mundo

14:55 – Aeroporto de Faro espera 17 voos do Reino Unido na segunda-feira

Portugal registou mais uma morte e 334 novos casos nas últimas 24 horas. Ainda existem 229 casos curados.

Ao todo, desde o início da epidemia, o país registrou 17.007 mortes e 842.182 casos, dos quais 802.900 já foram notificados como recuperados.

Existem 22.275 casos ativos registrados neste momento.

Quanto às internações hospitalares, houve um aumento significativo: mais 22 pessoas foram internadas na enfermaria e outras cinco em terapia intensiva. Este foi o maior aumento diário em quase um mês.

Neste momento, 245 pessoas estavam hospitalizadas na enfermaria e 76 pessoas estavam em terapia intensiva em todo o país.

12:30 – Pelo menos 3,37 milhões de mortos no mundo

A pandemia Covid-19 já causou pelo menos 3371695 mortes em todo o mundo desde que começou no final de dezembro de 2019 na China, de acordo com um balanço elaborado pela Agence France-Presse (AFP) hoje.

Mais de 161.422.800 casos de infecção foram oficialmente diagnosticados em todo o mundo, com 11923 novas mortes e 641.818 novos casos no sábado.

A grande maioria dos pacientes se recupera da doença COVID-19 causada pelo SARS-CoV-2, mas uma parte dessas pessoas ainda relata ter alguns sintomas associados por semanas ou até meses, de acordo com a Agence France-Presse.

Os países que registraram o maior número de novas mortes em seus relatórios recentes são Índia com outras 4.077 mortes, Brasil (2.087) e Colômbia (530).

Os Estados Unidos são o país mais afetado, tanto em mortes (585.708) quanto em casos (32924303), de acordo com uma contagem da Universidade Johns Hopkins.

12h – 129 mil vacinas no sábado

De acordo com os dados finais divulgados no sábado, 15 de maio, cerca de 106,7 mil professores, não docentes e assistentes sociais foram vacinados, para um total de mais de 129 mil vacinações por dia.


De acordo com informação provisória divulgada sábado pelo mutirão que coordena o programa de vacinação, no sábado foram administradas em Portugal 125 mil vacinas contra a Covid-19, o que já é um novo recorde diário no país.

No entanto, a partir das 11h de hoje, mais de 18.600 professores, não professores e assistentes sociais foram vacinados, para um total de mais de 22.600 vacinações.

READ  France, Spain and Germany announce an agreement for a new air combat system

11h45 – Duas equipas do INEM chegaram hoje a Cabo Verde

Duas médicas e quatro enfermeiras do Instituto Nacional da Mulher chegam hoje a Cabo Verde, onde vão trabalhar para aumentar a capacidade de resposta à Covid-19 nos hospitais centrais, localizados nas ilhas de Santiago e São Vicente.

De acordo com um comunicado do Itamaraty, as duas equipas vão trabalhar em hospitais centrais da Praia, na ilha de Santiago, e do Mindelo, em São Vicente.

As equipas são coordenadas pelo Instituto Nacional de Emergências Médicas (INEM), através da Equipa Portuguesa de Emergências Médicas (PT EMT), após a Missão Portuguesa de Avaliação que se realizou naquele país entre 5 e 12 de maio.

“Esta missão trabalhou em estreita colaboração com as autoridades sanitárias de Cabo Verde, da cidade da Praia e do Mindelo”, prossegue o comunicado.

10:21 – África com 271 mortes adicionais em 24 horas

O continente africano registrou 271 mortes relacionadas a Covid-19 nas últimas 24 horas, o que representa 125.930 mortes desde o início da epidemia.

De acordo com o Centro da União Africana para Controle e Prevenção de Doenças (Africa CDC), o número total de casos na região é 4.678.473, com 7.334 casos adicionais registrados nas últimas 24 horas.

No que se refere às recuperações, com 7.230 registradas nas últimas 24 horas, o total agora é de 4.233.510.

9h45 – Mais da metade das pessoas que perderam parentes correm o risco de interrupção prolongada


Os resultados preliminares de um estudo sobre luto durante uma pandemia por investigadores portugueses revelaram que 58 por cento das pessoas que perderam familiares durante a pandemia de Covid-19 correm o risco de desenvolver transtorno do luto prolongado (PLP).

Um grupo de investigadores de quatro universidades portuguesas está a realizar um estudo de âmbito nacional sobre o impacto na perda de medidas restritivas durante a primeira emergência devido à pandemia de Covid-19 e pretende agora incluir nesta análise dados mais recentes.

READ  A monetary solution? Morocco closes border crossings and halts mass migration, and Spain welcomes the palace from Ceuta - news

A investigação está a ser conduzida por investigadores da Universidade de Lisboa, Coimbra, Minho, Universidade Luciada de Lisboa e dos grupos de centros de saúde de Gaia e Espinio / Gaia.

9h41 – mais 8.554 casos, 391 mortes na Rússia


A Rússia registrou 8.554 novas infecções e 391 mortes nas últimas 24 horas. No total, o país já registrou 4.940.245 casos de infecção e 115.871 óbitos, segundo dados oficiais.

9h30 – Especialistas alemães acreditam que será necessária uma terceira dose da vacina

As autoridades sanitárias alemãs reconhecem que no próximo ano será necessária uma terceira dose da vacina contra o novo vírus Corona, como alguns fabricantes já indicaram.

Em entrevista publicada no Funke Group Press neste domingo, o presidente do Comitê Permanente de Vacinação Alemão (Stiko), Thomas Mertens, alertou que as vacinas atuais contra a Covid-19 “não serão as últimas”.

Ele admitiu que “em princípio, devemos nos preparar para que todos nós, provavelmente, no próximo ano, possamos renovar nossa proteção imunológica”.

No entanto, a Alemanha não tomou qualquer decisão a esse respeito e aguarda estudos imunológicos a serem realizados em populações que já foram vacinadas.

8h21 – China detecta quatro casos devido a infecção local

Hoje, sábado, a Comissão Nacional de Saúde informou que a China registrou quatro novos casos domésticos de Covid-19 na província de Liaoning (nordeste), hoje, sábado.

Dois casos locais foram registrados no dia anterior neste distrito. Na província de Anhui, onde duas infecções locais foram detectadas na quinta-feira – pela primeira vez no país em mais de três semanas – e três casos na sexta-feira, nenhum novo caso foi registrado no sábado.

Desde quinta-feira, as autoridades impuseram restrições ao movimento de residentes nas áreas afetadas e estão realizando testes de DNA em massa. Além disso, o país asiático contabilizou 14 caixas importadas no sábado.

READ  Marine Le Pen's party misappropriated 6.8 million European funds

Desde o início da pandemia COVID-19, o país registrou 90.847 casos da doença e 4.636 mortes.

8h10 – Índia com mais 4.000 mortos nas últimas 24 horas

A Índia registrou 4.077 mortes por COVID-19 e 31.170 infecções nas últimas 24 horas, de acordo com o Ministério da Saúde indiano.

Desde o início da epidemia, o país registrou 270.284 mortes e mais de 25 milhões de casos.

A Índia é o segundo país do mundo com maior número de infecções, depois dos Estados Unidos.

8h05 – México com 225 mortes e 2.695 novos casos

Autoridades mexicanas dizem que o México registrou 225 mortes por COVID-19 e 2.695 novos casos da doença nas últimas 24 horas.

Desde o início da epidemia, o México acumulou 220.384 mortes e 2.380.690 casos confirmados.

O México é o quarto país do mundo em número de mortes por Covid-19, atrás dos Estados Unidos, Brasil e Índia, e o décimo quinto lugar em número de casos, segundo o censo independente da Universidade de América do Norte John Hopkins.

8h00 – Portugal bate recorde diário de 125.000 pessoas vacinadas

No sábado, foram aplicadas 125 mil vacinas contra o Covid-19 em Portugal, um novo recorde para o país, de acordo com informações divulgadas pela task force que coordena o programa de vacinação.

“No total, foram realizadas cerca de 125 mil vacinações durante o dia, o que corresponde a um novo recorde diário de vacinações”, confirmou hoje, na mesma nota, a estrutura comandada pelo vice-almirante Juvia E Melo.

De acordo com informação do Grupo de Trabalho que coordena a logística de vacinação no Continente, a vacinação abrangeu principalmente o pessoal vinculado aos profissionais da educação e dos serviços sociais.

“De acordo com dados provisórios, a partir das 19h, cerca de 103.000 professores, não professores e especialistas em respostas sociais foram vacinados com a segunda dose”, disse a força-tarefa.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *